Publicado em: qua, fev , 2017

“Minha Mãe É uma Peça 2” bate recorde de renda

Dona Hermínia acaba de bater a saga bíblica de “Os Dez Mandamentos” e se tornou a maior renda acumulada entre os filmes brasileiros desde a retomada, nos anos 1990.

Um dos fenômenos mais recentes do cinema nacional, “Minha Mãe É uma Peça 2” soma, até o momento, R$ 116.937.201. Até então líder no ranking, a versão para o cinema da novela bíblica da Record arrecadou R$ 116.828.785.

Os dados foram computados pela Rentrak, consultoria que monitora as bilheterias de cinema no Brasil. Inicialmente, a assessoria de imprensa do filme havia divulgado um total de R$ 116,4 milhões, mas depois corrigiu o valor para R$ 117.295.416.

Quando o assunto é número de espectadores, o longa protagonizado por Paulo Gustavo é o quarto filme nacional mais assistido, com 8,6 milhões de ingressos vendidos até esta terça-feira (7), atrás de “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (1976), “Tropa de Elite 2” (2010) e “Os Dez Mandamentos”, que ainda lidera com 11,3 milhões de ingressos.

A continuação de “Minha Mãe É uma Peça” (2013) estreou uma semana depois de “Rogue One”, da grife “Star Wars”, e fez o primeiro spin-off da saga comer poeira nas bilheterias. Em entrevista ao UOL, o criador da personagem comemorou a marca e disse “ser um luxo” bater a Disney. “É uma produção nacional na frente de uma produção internacional. Acho foda, fico mega orgulhoso.”

Na comédia, dona Hermínia, agora apresentadora de TV, resolve tentar novos relacionamentos, mas eles não dão certo devido à sua imensa preocupação com os filhos Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo).