Publicado em: seg, maio , 2014

Iris fica em silêncio quando questionado sobre Friboi

cesar-iris1
Com um clima de felicidade, o escritório de Iris Rezende amanheceu levemente movimentado. Com o passar do tempo e a aproximação da chegada do líder político, alguns prefeitos logo compareceram e esperaram na recepção para falar com o peemedebista em seu escritório. Ao chegar de um velório de um familiar por volta das 9h30 com as duas filhas Adriana e Ana Paula, Iris Rezende disse ao Jornal Opção Online que no momento preferiria não falar a respeito dos recentes acontecimentos. “Tem alguns momentos que a gente tem que saber ficar calado. Ainda não é o momento de comentar sobre isso”, se limitou a dizer.

O Jornal Opção Online insistiu e questionou ao ex-prefeito se teria ficado surpreso com a decisão da última quinta-feira (23/5) de Júnior Friboi em renunciar a pré-candidatura. Um sorriso discreto pôde ser visto, mas o político disse simplesmente: “Venha aqui outro dia. Esse não é o momento.” Questionado se a renúncia de Friboi significava automaticamente que o ex-prefeito voltava a ser o pré-candidato pelo PMDB, Iris preferiu também não responder.

A renúncia de Friboi pegou de surpresa muitas pessoas do cenário político, e segundo conversas de bastidores, o próprio Iris Rezende se surpreendeu com a decisão de seu co-partidário. Já outros afirmam que era perceptível, como o ex-deputado Wagner Guimarães, que afirma não ter ficado surpreso. “Friboi tem que voltar para o açougue”, comentou com tom de brincadeira, e completou: “É visível a preferência das pessoas por Iris Rezende.” Perguntado pelo Jornal Opção Online se acreditava haver possibilidade de Júnior ser vice-governador na chapa de Iris, Wagner disse achar improvável, assim como o pré-candidato pelo PT, ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide, voltar para a chapa do PMDB.

Apoiador veemente da candidatura de Friboi, o presidente estadual do PTN e deputado Francisco Gedda, não acredita que Júnior irá voltar para a chapa majoritária. “De jeito nenhum! O Júnior não é candidato a vice nem do Senado.” Questionado se isso significaria a saída do peemedebista do partido, Gedda respondeu que não. “Este não é momento de mudança de partido, mas que ele não vai participar de campanha nenhuma”, explicou.

Pessoas próximas de Iris Rezende afirmam desacreditar que Júnior Friboi poderá voltar para a chapa do PMDB, seja como vice ou a senador. Informações de bastidores sustentam que Friboi teria saído devido ao fato de perceber que Iris não iria apoiá-lo, e sem ele não ganharia a campanha. Algumas conversas ainda sustentam que familiares de Friboi teriam entrado em contato com o empresário, e teriam dito que esse embate interno estava prejudicando a imagem da empresa JBS/Friboi.

O presidente do PMDB, Samuel Belchior, recebeu a notícia enquanto viajava, segundo assessoria, para o Mato Grosso. Ainda não há informação sobre uma reunião entre o presidente da sigla e Iris Rezende, tampouco com o ex-pré-candidato, Júnior Friboi. Segundo informações da assessoria, Samuel ficou surpreso com a decisão de Friboi, e espera agora se reunir com os integrantes da sigla para unir o partido.

Jornal  Opção

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail