Publicado em: qua, jun , 2014

Homem morre após ser esfaqueado; acusado é preso em flagrante

crime goianesia
Por volta das 13h40, a Polícia Militar de Goianésia registrou o segundo homicídio do ano em Goianésia. Expedito Neves, de 27 anos, morreu após receber um golpe de faca no tórax, na altura do coração. O fato foi registrado no Parque da Lagoa Princesa do Vale e o acusado, Hewry Dagb de Miranda, de 26 anos, foi preso em flagrante minutos depois do ocorrido.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pelo Ten. Moraes e Cab. Carvalho, o acusado teria esfaqueado a vítima que morreu após ser atendido no Pronto Socorro Municipal Brito Milhomem. Expedito Neves recebeu os primeiros socorros ainda no local pela equipe do Corpo de Bombeiros, que em seguida, o conduziu ao Pronto Socorro.

Ao aproximarem do local do fato, já de posse das características do acusado, os militares realizaram a detenção de Hewry Dagb, que já possui passagem pelo artigo 155 (furto) e o conduziu ao local do crime onde foi reconhecido por testemunhas.

Na Delegacia, Hewry Dagb relatou que teria esfaqueado a vítima por legítima defesa, uma vez que Expedito, juntamente com outros amigos o tentou assaltar. Como ele estava cortando carne, aproveitou que a faca estava em sua mão e desferiu um golpe em Expedito Neves, que é um dos andarilhos que geralmente fica na Praça Laurentino Martins.

A arma, uma faca de mesa, quebrou ao meio e, em seguida, o acusado se desfez dela jogando-a no meio da grama. Hewry Dagb afirmou ainda que assim que o colocasse na cela iria se enforcar.

Do site Meganésia

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail