Publicado em: ter, jun , 2014

Goiás está em 2º lugar em investimento na Segurança Pública

marconi-tcu-seguranca
O Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que Goiás teve o segundo maior índice de investimentos em Segurança Pública entre as 25 organizações de segurança pública dos Estados e do Distrito Federal. Goiás obteve pontuação de 71% no índice de Governança de Segurança Pública (iGovSeg2013) e, no índice geral, está no estágio intermediário.

Para o cálculo dos índices, foram analisados sete itens: Estratégia, Arranjos Institucionais, Tecnologia e Conhecimento, Resultados, Gestão, Pessoas e Controles. A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSPGO) está no nível “aprimorado” — quando o índice é igual ou superior a 75% — para as dimensões Estratégia, Arranjos institucionais, Tecnologia e Conhecimento e Gestão. No entanto, nos níveis Pessoas e Controles, a classificação foi “inicial”.

O governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que os resultados revelam o esforço da gestão estadual para a melhoria da Segurança Pública. “Ficamos felizes porque uma instituição como o TCU está se preocupando com área de segurança pública”, disse.

Marconi declarou que a administração vai se esforçar para que Goiás chegue ao nível “aprimorado”, com índices maiores que 75%, pretendendo, inclusive, chegar ao primeiro lugar entre os entes federativos analisados. “Faltam quatro pontos para Goiás, para estarmos em primeiro lugar nacional nessa área de gestão de segurança. Tenho certeza que com esse relatório e o trabalho da nossa equipe chegaremos ao estágio aprimorado.”

O titular da SSPGO, Joaquim Mesquita, pontuou que o levantamento demonstra que as ações da pasta estão no rumo certo. Sobre os quesitos que devem ser melhorados, ele explica que já há percepção da necessidade de políticas que permitam o desenvolvimento dos profissionais da área, através do desenvolvimento de competências. “Mesmo nessas duas dimensões o Estado de Goiás está acima da média nacional e mesmo na União há a necessidade de aprimoramento de pessoas em toda administração pública.”

O secretário-geral de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU) em Goiás, Paulo Henrique Nogueira declarou que o TCU deve voltar no segundo semestre para validar os dados Neste primeiro momento, a Segurança Pública de cada Estado enviou respostas de um questionário ao TCU, e no segundo semestre, o órgão verificará se os dados conferem com a realidade e se houve melhorias dessas informações.

Segundo ele, o TCU também está analisando a área da Saúde em todo o Brasil, especificamente na área de medicamentos de alto custo, e os resultados devem ser divulgados em breve.

Jornal Opção

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail