Publicado em: qua, jun , 2014

Goianésia: MP traça diretrizes para a 42ª Exposição Agropecuária

Pecuária de Goianésia
O Ministério Público – MP – de Goianésia realizou nesta segunda-feira, 09, uma Audiência Pública onde foram traçadas diretrizes para a realização da 42ª Exposição Agropecuária que acontece de 20 a 29 deste mês. A audiência contou com a participação de barraqueiros, representantes do Governo de Goianésia, do Presidente do Sindicato Rural, Abel Ribeiro, e do promotor de Justiça, Antônio de Pádua.

Durante o evento, Antônio de Pádua se mostrou contrário a realização da festa de “portões abertos”. No entendimento do Promotor, a festa não é de “portões abertos”, uma vez que o ingresso é pago adiantado através de impostos e o dinheiro investido na realização das festividades poderia ser usado em outras áreas, como por exemplo, na saúde. O Promotor ainda solicitou que seja divulgado em um telão, os gastos dos últimos cinco anos com a realização da festa.

Diretrizes pré-definidas

A diversificação de bebida iniciada no ano passado irá continuar neste ano. No interior do parque será comercializado três marcas de cerveja (Antarctica, Schin e Imperial), duas marcas de refrigerantes (Coca-Cola e Antarctica), além de sucos e bebidas quentes. Cerveja em garrafa terá sua venda liberada, porém, restrita às barracas. A novidade ficará por conta do combate a bebidas falsificadas.

Todos os vendedores serão previamente cadastrados, inclusive os proprietários de estacionamentos fora do parque, sendo que neste ano não será permitido utilizar de ruas e/ou calçadas para montar qualquer tipo estacionamento.

Com relação à segurança ficou definido que ela será feita pelas Polícias Militar e Civil, que terão suas bases montadas dentro do parque, e uma equipe de segurança. Serão instaladas ainda câmeras de segurança nas estradas, saídas e em locais estratégicos do parque, com duas centrais de monitoramento. A identificação pessoal através de documento oficial com foto poderá ser solicitada na entrada.

Para adentrar ao parque no período noturno (a partir das 19h00), a pessoa terá que ter em mãos um convite que poderá ser adquirido através da troca de um quilo de alimento em postos de trocas que serão divulgados posteriormente, podendo ser nas proximidades do parque, no feirão do Nova Aurora, estádio e centros de convivência. Os alimentos aceitos na troca serão arroz, feijão, macarrão, açúcar e café. Crianças até 12 anos não precisarão ter convites.

Na próxima segunda-feira, 16, uma nova audiência será realizada na Câmara Municipal a partir das 18h00. Nesta audiência que contará com a presença do Procon e barraqueiros será definido os valores das bebidas e alimentos vendidos no interior do parque.

Do Site Meganésia