Publicado em: seg, maio , 2017

Especialistas acreditam em outro ataque cibernético


Um novo ataque cibernético, ainda mais forte que o de sexta-feira passada, quando 125 mil sistemas de computadores em mais de 100 países foram afetados por um vírus, pode estar iminente, de acordo com especialistas em segurança da informação.

E um dos alertas vem do pesquisador britânico “MalwareTech”, que ajudou a parar o episódio de ransonware (chantagem para desbloquear ou devolver arquivos capturados) conhecido como Wanna Decryptor. Ele crê que esta segunda-feira já poderá marcar uma nova investida.

Também mostrou preocupação o chefe da Europol (a agência policial da União Europeia), Rob Wainwright. Em entrevista à BBC, ele disse que ameaça de ataques cibernéticos é crescente.

Wainright pediu que usuários de computadores ao redor do mundo façam atualizações de segurança em seus sistemas operacionais.

O vírus se aproveita de uma vulnerabilidade do Microsoft Windows que teria sido identificada pela Agência Nacional de Segurança dos EUA, a NSA – e que fez a Microsoft criar um “patch” (nome dado a um programa gratuito para consertos). Mas muitos usuários não o haviam instalado.

“As pessoas precisam urgentemente instalar o programa em seus computadores”, disse o pesquisador, de apenas 22 anos, à BBC.

MalwereTech descobriu, de forma acidental, uma espécide de “botão de emergência” que desativava o vírus para evitar que seu código fosse estudado. Mas ele adverte que uma nova versão do WannaCrypt pode corrigir a falha.

Como os usuários podem se proteger?

Mantenha o computador atualizado

O ransomware aproveitou uma falha na segurança do Windows, para a qual a Microsoft já tinha disponibilizado um “patch” há mais de um mês. É impossível atualizar os computadores automaticamente, então usuários devem instalar atualizações de segurança tão cedo elas apareçam.

Não abra emails suspeitos

Uma das maneiras mais usadas para espalhar um vírus é através de emails com arquivos anexados que, quando abertos, tomam conta de seu computador. Não abra mensagens de pessoas ou instituições desconhecidas e tampouco arquivos anexados que pareçam incomuns, mesmo quando enviados por contatos conhecidos.

 

Faça cópias de segurança de seus arquivos

Uma operação básica, mas que pode garantir paz de espírito em caso de ataques cibernéticos.

Use antivírus

Um conselho antigo, mas efetivo. Programa deste tipo podem deter um ataque ou identificar uma ameaça.

Responsáveis

Darien Huss, da empresa de tecnologia Proofpoint, também espera novos ataques.

“Suspeito que a quantidade de atenção que esse incidente gerou pode fazer com que haja gente trabalhando para desenvolver este vírus”, diz.

Huss não acredita que tenha sido um ataque patrocinado por algum governo.

“Foi um ataque tão simples e tão pouco sofisticado, que isso me leva a crer que se trata de alguém talentoso, mas amador”.

Investigadores estão tentando rastrear os responsáveis pelo ataque.

“Usaremos todas os nossos meios para levar os responsáveis à justiça”, disse Oliver Gower, da Agência Nacional contra o Crime, no Reino Unido, país em que o vírus afetou parte dos computadores de seu sistema público de saúde.