Publicado em: sex, maio , 2014

Célio Silveira (PSDB) contesta matéria e diz que é ficha limpa

celiosilveiraonline
A assessoria de imprensa do ex-prefeito de Luziânia, Célio Silveira (PSDB), encaminhou nota ao portal Jaraguá Notícia para esclarecer informações publicadas sobre ele no site. De acordo com a assessoria, Célio Silveira é político ficha limpa e nada consta contra o ex-prefeito na Justiça.

Ainda segundo a assessoria, “Célio Silveira sempre se pautou pela irrestrita obediência da lei”, diz a nota, lembrando que o ex-prefeito teve as contas aprovados e possui certidões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e demais organismos da Justiça atestando que nada consta contra ele. 

Eventuais denúncias feitas contra Célio Silveira foram e estão sendo rebatidas com rigor e firmeza, já que são improcedentes.

O site Jaraguá Notícia publicou a matéria, cujo teor relatava as denúncias feitas pelo MP contra Célio Silveira, que fará dobradinha com o deputado Nédio Leite (PSDB) para a Câmara Federal.

No final da nota, a assessoria disse que Célio Silveira está disposição do portal Jaraguá Notícias para quaisquer outros esclarecimentos.

Nota na íntegra, enviada pela assessoria de Celio Silveira

Como médico, ex-deputado estadual, ex-presidente da Assembleia Legislativa e prefeito por duas de Luziânia, um dos maiores municípios goianos, Célio Silveira sempre se pautou pela irrestrita obediência da lei;

2. Trata-se de um gestor público ficha limpa com as contas aprovadas de sua administração e não tem condenação alguma na Justiça, seja a Estadual, seja a Federal;

3. As eventuais denúncias feitas contra Célio Silveira foram e estão sendo rebatidas com rigor e firmeza, já que são improcedentes;

4. Os bens constantes no Imposto de Renda estão devidamente comprovados e o patrimônio é compatível com a renda declarada, não havendo qualquer pendência na Receita Federal;

5. Estão em poder do ex-prefeito de Luziânia certidões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e de outros órgãos da Justiça atestando que nada consta contra ele para impedi-lo de ser votado para cargos públicos.

Assessoria de Imprensa – Célio Silveira