Publicado em: qui, abr , 2014

Caso Nayne. Os detalhes da jovem raptada em Jaraguá

Nayane OliveiraA Polícia Civil de Jaraguá deve ouvir nas próximas horas a jovem Nayane Oliveira, de 19 anos, que foi raptada no dia 22, e levada para a Serra de Jaraguá, onde foi roubada e abandonada.

No relato da família, Nayane saiu por volta de meio dia do trabalho e, como ela não chegou em casa dentro do horário habitual, a família postou fotos da mesma nas redes sociais, dando notícia de seu desaparecimento.

Nayane só foi encontrada na manhã de quarta-feira, 23, quando os familiares e amigos a encontraram descendo sozinha da Serra de Jaraguá, para onde foi levada por um homem ainda não identificado.

Segundo relatos da família, prestado à nossa produção, na manhã desta quinta (24), Nayane Oliveira ainda está de repouso, e foi orientanda a não dar declarações sem antes falar com a polícia, já que seu estado emocional ainda está abalado e sob efeito de medicação.

Questionado sobre o modo de vida que levava na sociedade, a irmã de Nayane disse que ela é uma pessoa que sai pouco, e gosta de ficar mais em casa. A família disse que a jovem já fez uso de antidepressivo, porém, as dúvidas sobre o caso ainda são muitas, e a família espera que a polícia esclareça o caso.

Letra escrita com batom

Com manchas pelo corpo, a calça que a jovem usava quando foi raptada também estava escrito com batom a letra “N”, inicial de seu nome, porém, Nayane disse à família que não se lembra de ter escrito a letra na roupa.

A pessoa que raptou a jovem usou um lenço com um cheio de álcool em seu nariz, fato relevante que Nayane relatou, além de contar que o homem que a levou para a Serra era baixo, um pouco gordo e usava barba. O autor do crime ainda tirou fotos de Nayane na Praça da Igreja, na Vila Isaura, na entrada para o Parque Estadual da Serra.

A bolsa com todos seus pertentes foram levados pelo criminoso. Em conversa com a família, Nayane diz que não sofreu violência sexual, mesmo tendo várias escoriações pelo corpo.