Publicado em: qua, maio , 2014

Blitz da PM será investigada pelo Ministério Público

MP Jaraguá
Segurança – O caso de um policial que teria agredido um homem supostamente em estado de embriagues, no último dia 04/05, em Jaraguá, em uma blitz da Balada Responsável, será investigado também pelo Ministério Público.

O que aparentemente se tratava de um caso não muito grave, envolvendo policiais — virou peça de investigação do MP e da Corregedoria da Polícia Militar.

Em nota, encaminha pelo representante do Ministério Público de Jaraguá aos veículos de comunicação local, o promotor de Justiça, Dr. Everaldo Sebastião de Souza, da 2ª Promotoria, relatou o episódio como sendo grave, já que houve ameaças de morte contra um cidadão que estava filmando a ação, vídeo esse que posteriormente foi divulgado nas redes sociais.

Segundo informações da promotoria, há ainda a prova da materialidade das agressões, causando prejuízos aos cidadãos, à democracia e ao Estado Democrático de Direito, além de lesão corporal, vias de fatos e abuso de autoridade, diz a nota.

O comando da Balada Responsável, com sede na Polícia Militar em Goiânia, será requisitado a enviar relatórios, incluindo os nomes de todos os PMs que estavam de serviço no dia da operação, bem como, o nome do comandante da operação e o do agressor, mostrado no vídeo que circulou nas redes sociais.


Nota do MP de Jaraguá