Publicado em: sex, jun , 2014

Agente prisional é preso ao levar armas e celulares para detento

policia
Um vigilante penitenciário temporário do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, foi preso na quinta-feira (5) ao tentar entregar a um detento dois revólveres, munição e seis celulares. O superintendente de Segurança Penitenciária em Goiás, João Carvalho Coutinho, explicou que o flagrante ocorreu porque agentes penitenciários desconfiaram da atitude do colega.

Ao ser detido, o vigilante, que trabalha há um ano e três meses no local, confessou já ter entregado celulares anteriormente ao detento.  “Ele admitiu que já tinha passado outra vez dois aparelhos para o mesmo preso”, disse Coutinho.

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária e Justiça (Sapejus) informou que os objetos seriam entregues a Edinaldo Rodrigues Viana, que cumpre pena por assalto. A administração do complexo disse que o detento cumpria pena no local há quatro anos e estava prestes a ir para o regime semiaberto. Apesar de não ter recebido os objetos, ele foi advertido com falta grave e deve ficar em regime fechado por, pelo menos, mais seis meses.

Segundo a Sapejus, o funcionário temporário deverá ter o contrato de trabalho extinto. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Aparecida de Goiânia.

Do G1

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail